MENU

Search

Aproximadamente 3 toneladas foram vendidas na “Feira do Peixe Vivo” em Alenquer

Uma iniciativa da Coordenadoria Municipal de Pesca e Aquicultura em Alenquer – COMPAQ, coordenada pelo sr. Carlos Guimarães, a “Feira do peixe vivo” aconteceu entre os dias 27 e 29 de março em frente ao Ginásio Poliesportivo Otávio Proença de Moraes.

Compartilhar:

A Feira do Peixe vivo tem como objetivo estimular a piscicultura na região, oferecendo aos consumidores produtos de boa procedência e com preço acessível.
A feira disponibilizou 1500 peixes das espécies TAMBAQUI e TAMBATINGA com média de peso entre 1.800 a 2.200 kg. Os peixes foram retirados do Projeto Piloto denominado “Peixe na Mesa” que visa a Segurança Alimentar do Produtor Rural além de uma renda extra através da piscicultura, com parceria entre a COMPAQ, SEDAP e AÇAI AMAZONAS que distribuíram juvenis para piscicultores já cadastrados no projeto. 
PEIXE NA MESA
O Projeto “Peixe na Mesa” possui 93 famílias cadastradas na zona rural do município de Alenquer  e já distribuiu cerca de 60.000 juvenis de tambaqui e tambatinga além de através da COMPAQ realizarem o acompanhamento da produção junto com os piscicultores.
Com o preço acessível com valores entre R$ 8,50 a R$9,00 o quilo do pescado a feira teve uma venda recorde de tempo o que demonstra a grande demanda a ser atingida em especial no período da semana Santa.
 
“A 1° Feira do Peixe Vivo na Semana Santa foi muito boa e gratificante, sabemos que podemos melhorar, porém, com o que temos hoje foi o que podemos fazer,  apesar de todas as dificuldades conseguimos trazer um peixe com qualidade  (Vivo) e por um preço acessível – acho eu que o mais barato da cidade” enfatizou Carlos Guimarães, Coordenador da COMPAQ.
 
A feira contou ainda com colaboração e apoio logístico de vários empresários do município de Alenquer.
Veja também
feira do peixe vivo - alenquer
Aproximadamente 3 toneladas foram vendidas na "Feira do Peixe Vivo" em Alenquer
R$
A Feira do Peixe vivo tem como objetivo estimular a piscicultura na região, oferecendo aos consumidores produtos de boa procedência e com preço acessível.
A feira disponibilizou 1500 peixes das espécies TAMBAQUI e TAMBATINGA com média de peso entre 1.800 a 2.200 kg. Os peixes foram retirados do Projeto Piloto denominado “Peixe na Mesa” que visa a Segurança Alimentar do Produtor Rural além de uma renda extra através da piscicultura, com parceria entre a COMPAQ, SEDAP e AÇAI AMAZONAS que distribuíram juvenis para piscicultores já cadastrados no projeto. 
PEIXE NA MESA
O Projeto “Peixe na Mesa” possui 93 famílias cadastradas na zona rural do município de Alenquer  e já distribuiu cerca de 60.000 juvenis de tambaqui e tambatinga além de através da COMPAQ realizarem o acompanhamento da produção junto com os piscicultores.
Com o preço acessível com valores entre R$ 8,50 a R$9,00 o quilo do pescado a feira teve uma venda recorde de tempo o que demonstra a grande demanda a ser atingida em especial no período da semana Santa.
 
“A 1° Feira do Peixe Vivo na Semana Santa foi muito boa e gratificante, sabemos que podemos melhorar, porém, com o que temos hoje foi o que podemos fazer,  apesar de todas as dificuldades conseguimos trazer um peixe com qualidade  (Vivo) e por um preço acessível – acho eu que o mais barato da cidade” enfatizou Carlos Guimarães, Coordenador da COMPAQ.
 
A feira contou ainda com colaboração e apoio logístico de vários empresários do município de Alenquer.
R$